- Quarta-feira
julho 17, 2019

Centro de pesquisa em direitos humanos

Israel corta abastecimento de água para 2.600 palestinos no Vale do Jordão

2019/03/13, 08:40


Israel corta abastecimento de água para 2.600 palestinos no Vale do Jordão

As forças israelenses e a administração civil israelense cortaram o fornecimento de água para 2.600 palestinos que vivem em comunidades na vila de Bardala, no vale do Jordão, no norte da Cisjordânia, ontem.

Mutaz Bisharat, um funcionário que monitora a atividade dos assentamentos em Tubas / Vale do Jordão, disse a Ma'an que as forças israelenses cortaram o suprimento de água para 60% dos moradores da vila de Bardala; totalizando 2.600 pessoas.
As forças israelenses também cortaram o fornecimento de água de 1.800-2.000 dunams (445-494 acres) de terras agrícolas palestinas que devem ser continuamente irrigadas.
Bisharat acrescentou que Israel alega que as fontes de água na área são ilegais, acrescentando que isso não pode ser verdade porque a água vem de poços na aldeia e dentro das terras palestinas.
Ele ressaltou que, enquanto as forças israelenses cortam o suprimento de água para os palestinos, eles constroem poços para os colonos israelenses.
O Bisharat convocou as instituições internacionais e humanitárias a intervirem imediatamente para impedir as violações israelenses dos direitos humanos.
O Vale do Jordão forma um terço da Cisjordânia ocupada, com 88 por cento de suas terras classificadas como “Área C”, que está sob o controle militar israelense total.
Moradores do Vale do Jordão vivem principalmente em enclaves fechados por zonas militares israelenses, postos de controle e mais de 30 assentamentos ilegais de Israel

palavra-chave(Tag)

Vale do Jordão،abastecimento de água،،Direitos Humanos،Cisjordânia،Israel،Palestina

Seu feedback

truthngo sinceramente bem-vindo suas sugestões e dar-lhes prioridade e cuidadosamente verificados.

Seu feedback

A sua opinião

Notícias relacionadas

free website counter