- Sábado
fevereiro 23, 2019

Centro de pesquisa em direitos humanos

ONU: Israel já matou 295 palestinos desde março de 2018

2019/02/04, 15:11


ONU: Israel já matou 295 palestinos desde março de 2018

A repressão israelense contra a marcha do retorno na Faixa de Gaza matou 295 palestinos, segundo a ONU.

Os números fornecidos pelo organismo internacional, citados pelo Haaretz, indicam que outros 35.000 palestinos foram feridos nos protestos que começaram em março de 2018.
"Cerca de 6.000 feridos foram baleados com balas vivas e 45 com balas de borracha, enquanto os 29.000 feridos restantes, dos quais 1.800 são mulheres, sofreram inalação de gás lacrimogêneo", acrescentou.
O exército israelense confirmou os números e garantiu que "faz todo o possível para evitar prejudicar crianças e mulheres". Além disso, ele acusou o Movimento de Resistência Islâmica da Palestina (Hamas) de "usar cinicamente os moradores de Gaza".
Os participantes das Marchas de Retorno pedem o retorno dos refugiados palestinos para suas casas e o fim do bloqueio israelense em Gaza, mantido desde 2007.
A ONU e várias ONGs criticaram Israel pelo uso excessivo da força contra os palestinos durante a Marcha de Retorno.
"O grande número de vítimas entre os manifestantes palestinos desarmados, incluindo uma alta porcentagem de manifestantes atingidos por disparos reais, levantou preocupações sobre o uso excessivo da força pelas tropas israelenses", lamentou o Escritório das Nações Unidas em janeiro passado. Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) em um relatório.

palavra-chave(Tag)

Crimes de guerra contra os Palestinos،Direitos Humanos،ONU،Israel،Palestina

Seu feedback

truthngo sinceramente bem-vindo suas sugestões e dar-lhes prioridade e cuidadosamente verificados.

Seu feedback

A sua opinião

Notícias relacionadas

free website counter