- Sábado
janeiro 19, 2019

Centro de pesquisa em direitos humanos

Militares sauditas atacaram uma aldeia xiita, matando cinco pessoas

2019/01/08, 21:30


Militares sauditas atacaram uma aldeia xiita, matando cinco pessoas

Forças de segurança da Arábia Saudita invadiram uma vila na cidade de Al Qatif, de maioria xiita, e mataram cinco pessoas.

Os militares realizaram uma incursão na aldeia de Um al-Hamam, localizada na província oriental, onde cinco pessoas foram mortas a tiros e várias outras ficaram feridas. As forças sauditas destruíram várias casas, disparando explosões de artilharia e morteiros.
O objetivo da operação, segundo as forças do governo, foi a prisão de várias pessoas procuradas pelo regime.
O incidente na segunda-feira causou uma onda de indignação e protestos nas redes sociais. Internautas denunciaram o uso de força excessiva pelos militares sauditas e a implacável campanha de repressão contra a minoria xiita na Arábia Saudita.
Desde 2011, a Província Oriental tem sido palco de protestos e confrontos devido à marginalização legal sofrida pelos xiitas, que não podem ingressar no Exército ou trabalhar para os Ministérios do Interior ou Relações Exteriores.
A população xiita também exige a proteção da liberdade de expressão, a libertação de presos políticos e o fim da discriminação econômica e religiosa.
O regime governante de Al Saud sempre respondeu com mão pesada aos protestos da população xiita, que tem tensionado ainda mais a situação na região. Manifestações antigovernamentais na Província Oriental se intensificaram desde janeiro de 2016, quando o regime executou o proeminente clérigo xiita Sheikh Nimr Baqer al-Nimr.
Em 2017, os protestos se espalharam na cidade xiita de Al-Awamiya, também na província oriental. A Arábia Saudita reprimiu fortemente vários protestos que estavam sendo realizados contra a tentativa do Executivo de demolir o bairro histórico de Al-Musawara.
Dezenas de civis foram mortos durante a semana de repressão militar em Al-Musawara e cerca de 30 mil pessoas tiveram que fugir da cidade.

palavra-chave(Tag)

Direitos Humanos،Militares sauditas،Arabia Saudita

Seu feedback

truthngo sinceramente bem-vindo suas sugestões e dar-lhes prioridade e cuidadosamente verificados.

Seu feedback

A sua opinião

Notícias relacionadas

free website counter